Imagen activa

Damasco, 8 jan (Prensa Latina) Mais de 140 irregulares armados entregaram-se às autoridades sírias nas últimas horas como parte do processo de reconciliação nacional impulsionado pelo governo, anunciou hoje uma fonte oficial.


Durante um ato com a participação dessas pessoas, o governador do norte da província de Alepo, Mohammad Marwan al Olabi, afirmou que a Síria é para todos os seus cidadãos, motivo pelo qual conclamou todos a participarem da reconstrução do país.


Para receber o perdão, aqueles que abandonarem a luta não podem estar envolvidos com homicídios e devem se comprometido a não voltar a cometer atos que atentem contra a segurança do país.


Em reiteradas ocasiões o ministro de Reconciliação Nacional, Ali Haider, expressou a necessidade de encontrar uma solução política para encerrar a guerra, que desde 2011 já causou mais de 200 mil mortes.


Como parte da iniciativa, paralela à ofensiva militar, milhares de rebeldes abandonaram a luta, depois do que as autoridades regularizam seu status jurídico.


Vários setores da sociedade síria, como as tribos e líderes de diversas tendências, apoiam este plano para se acabar com a guerra.



Prensa Latina

Fonte: Mais de 140 radicais armados entregam-se às autoridades sírias»

0 comentários